23.11.13

Disparates do coração III

...e assim do "nada", já não sei se apenas o nego, por ser verdade ou apenas por força do hábito, se me ocupas demasiado o pensamento por falta de criatividade minha ou porque o meu coração está determinado a que a razão admita aquilo que a mesma nem quer sequer equacionar, e às tantas dou por mim  completa e terrivelmente perdida...confundes-me! Agora, mais que nunca...


2 comentários:

  1. Dá tempo ao tempo para que a resposta surja. :)

    ResponderEliminar
  2. As vezes é bom quando nos confundem e nos fazem sentir assim.

    ResponderEliminar