20.9.13

Os meus pequenos nadas: eu e a saudade...

Quando o assunto é saudade eu sou extremamente portuguesa, sou saudosista até à modula...sou "apegada" por defeito a momentos e pessoas, cheiros e sensações, músicas e palavras...então acho que vivo em constante saudade, de alguém, de algo e às vezes até de mim mesma...
Não vivo contudo no passado, sei perfeitamente que cada novo amanhecer é um presente, uma oportunidade de criar novas e inesquecíveis memórias, já não sou tão "dependente" das pessoas como outrora e acredito que hoje sei quem me é essencial, quem teve um papel importante no meu caminho mas dele não faz mais parte (por todo um conjunto variado de motivos) e quem simplesmente não vale o meu tempo...
Sim,  se fosse um sentimento talvez fosse saudade e como tal, desde cedo aprendi a lidar com a mesma, se sinto a falta de alguém: ligo, procuro, faço-lhe saber; se sinto a falta de algo: rapidamente o procuro; ou se as memórias e recordações sem aviso prévio me visitam, deixo facilmente que as mesmas me inundem e estampem uma sorriso sereno nos meus lábios...
Não me considero por norma uma pessoa nostálgica ou melancólica, mas confesso que no último mês a saudade não tem "jogado limpo" comigo...
Como posso aliviar a falta que alguém me faz, quando já não mais lho posso dizer?
Como tapar "o buraco" enorme que na minha vida ficou, quando de um momento para o outro aquele "algo" tão nosso, tão único, me foi arrancado?
Só me resta as lembranças, mas essas rapidamente me traem também e escondem os pequenos pormenores que as faziam únicas...a melodia de uma voz, as palavras exactas proferidas, um cheiro...


* imagem daqui....e adorei a definição de saudade que encontrei aqui

7 comentários:

  1. Eu gosto da nossa saudade, dolorosamente bela.

    ResponderEliminar
  2. Espero que a minha auto-estima fique em alta, se assim for! :) *

    xoxo, querida!

    P.S: Obrigado pelas palavras! *

    ResponderEliminar
  3. Também sou muito saudosista, é um sentimento bonito, mas doloroso é um facto :)

    Deixei um miminho para ti no meu blogue.
    Quanto à capa do blogue, já sabes, não me importo de te fazer uma, e sai de graça hehe :)

    Beijoca*

    ResponderEliminar
  4. A saudade é tão tipica, mas pode ser perigosa.

    Agarra-nos e impede-nos de prosseguir.
    A vida tem tantas outras coisas à espera.


    Beijinhos

    ResponderEliminar
  5. A saudade é daquelas coisas que não podemos controlar e muitas vezes deixam nos completamente sem rumo,e quando deixamos que nos controlem deixamos de viver.

    ResponderEliminar
  6. Não sinto saudades, a não ser daquilo que ainda não vivi.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mares que nunca vemos é sempre mais lindo!

      Eliminar