13.5.12

"este não sei quê"

Conseguisse eu explicar decentemente em palavras o meu estado de espírito dos últimos dias e talvez recebesse esse "não sei quê" que tanto anseio!
Durante esta semana mais um capítulo bastante importante da minha vida chegou ao fim e as lágrimas que teimaram em se fazerem presentes eram sinal, mais do que frustração ou sentimento de missão cumprida (como a maioria achou), de receio...
Receio deste futuro incerto que me espera, de pela primeira vez em anos não ter nada de concreto planeado, de perder aquele grupinho de pessoas que nestes últimos anos o seu dia-a-dia  comigo partilharam e que com a sua amizade me brindaram.
Esta semana não houve despedidas, apenas "até já's" que me deixaram um aperto no peito...o tempo se até agora era sempre pouco, será daqui para a frente inevitavelmente cada vez menor!
Assim, entre uma e outra conversa fiz questão de memorizar cada um dos rostos, cada um dos sorrisos, distribuir abraços apertados e sentidos e beijos bem repenicados...
A vontade de gritar o quanto gosto nunca foi tão grande, mas a necessidade de a minha falta ser sentida e a minha amizade valorizada é ainda maior...
No fim cada um de nós partiu rumo à sua nova vida, mas nem por isso o meu coração deixou de se sentir apertadinho, inundado em ternura e saudade...



p.s. O pior é que "este não sei quê" teima em se alargar até às minhas amizades mais antigas e dou por mim a sentir uma grande falta...de pessoas e momentos! Vá lá alguém entender-me?!

10 comentários:

  1. Amei o texto lnda....Estou passando pra te deixar um bj de afeto e que seu fim de semana possa ser maravilhoso...
    Enquanto houve mentes brilhantes como a sua a qual posta coisas maravilhosas haverá sempre um balde de gelo no qual poderá com poucas ou muitas palavras expor seja lá como for aquilo que sua linha da imaginação possa ela crias sempre estará parte daquilo que és daquilo que nos revela numa simples imagem assim como ti na sua mais pura simplicidade de mulher que és no intimo que fora criada posta sempre algo referenciando a fragelidade a força e as virtudes da mulher naquilo que és mulher. Obrigada linda por fazer o mesmo retribuindo de bom grado minha visita no seu blog o qual já esta em meus favoritos guardado com muito carinho em meu coração.... Jamais a questionarei por que não a o que questionar tudo é perfeito e feito de uma tamanha magnitude que são meramente expressas de uma maneira tão suave e simples como se escrevesse cada palavra e cada linha com o sopro e a suavidade de sua respiração que nos faz crer que na simplicidade daquilo que fora criada mulher tem o poder e o dom da escrita na sua pura feminidade....Um forte abraço e um bj bem no seu coraçãozinho....
    http://www.uanderesuascronicas.blogspot.com

    ResponderEliminar
  2. Ah...minha querida!
    Acredito que se sente assim porque parece estar encerrando uma boa fase de sua vida! Mas o que você realmente ama, continuará com você, aonde quer que você vá...
    As incertezas também fazem parte da nossa jornada. Não conseguimos nos livrar delas, mas podemos aprender a administrá-las.
    Um beijinho bem carinhoso :)

    ResponderEliminar
  3. gostei do post, parece ter muito sentimento.

    ResponderEliminar
  4. Um texto coberto de sentimento e saudade dos tempos que já lá vão e dos que virão sem as pessoas que um dia fizeram parte do teu dia-a-dia.
    Mesmo assim terás sempre a oportunidade de marcar encontros e convívios com essas pessoas, a vossa amizade acima de tudo tem de sobreviver mesmo que distantes, mesmo que já não se vejam tanto como antes :)

    E compreendo o teu receio do futuro, do que virá agora...mas esperemos que tudo correrá bem :)

    Beijinho*

    ResponderEliminar
  5. cheio de sentimento. Nao deixes que a saudade tome conta da amizade. Marquem encontros conversem, estejam presentes qd mais forem precisos. E tudo continuará. Beijinho grande.

    ResponderEliminar
  6. Aninha não tens que perder as amizades, basta continuares a cuidar delas para que elas permaneçam sempre na tua vida :)

    Beijito* enorme :)

    ResponderEliminar
  7. eu tenho sempre esperança que td se resolve da melhor forma! e vais ver que é isso que vai acontecer!

    Beijo
    http://alwaysbeautiful-by-carlacunha.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  8. Está mesmo bem escrito! :D
    Acho que quando um capitulo se encerra este tipo de sentimentos é normal aparecer.
    Se todos quiserem podem-se encontrar várias vezes. As vezes nestas alturas é quando se vêem mais vezes porque sabem que a disponibilidade é pouca.

    ResponderEliminar
  9. Somos duas, no meio de tantas outras, eu creio, a sentir aquele mar aberto sem terra à vista. Pela primeira vez enfrentamos algo realmente diferente e que se mostra mais instável que nunca :s

    ResponderEliminar
  10. Espero que esta nova etapa te traga tudo de bom, boa sorte e novos amigos, sem perder contacto com oa actuais.

    ResponderEliminar